Por Terra e Por Mar.


Um jogo de tabuleiro,

rebelde aventureiro,

cruzando enormes mares,

voando por ventos tropicais,

tempestades banais,

passando por massacres,

numa luta constante,

presioneiro a um agreste edema,

penetrante,
fervurante,

piscam gotas de suor,

esfumaçam ardores pontiagudos,

empurra me,

tortura me,

um desatino vazio,

noite triste,

fria e escura,

sem alegria,

perdido em febre,

picado por insectos,
nem paredes,
nem tectos,

sem acolhimento,

esperando,

vagueando,

por sonhos escondidos,

um dia vividos.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Refúgio

...Relembrar...Viver

Espelho de Alma