O contrário da Vida!!!

A vida é curiosa,
Acordo com ela a me bisbilhotar,
Parece uma Hortênsia a desbotar,
culta-me a sua essência,
Fecho os meus olhos calmo e tranquilo,
Vejo-a ofegante e furiosa,
Até parece que chegou a Morte!
Dá-me risos cheios de fortuna,
Será apenas ternura ou sorte?
Um dia sei que me dirá,
Por momentos senti-me único,
De repente, acordo deste sonho transpirado,
Sinto em mim um desejo de ser amado,
Como uma música que precisa ganhar pernas,
Saio deste colchão cheio de molhas parecendo piranhas,
O mundo anda cheio de manhas e fraquezas,
Eu, eu aprendo a lutar com o homem das cavernas,
Parece tudo ser tão fácil neste Universo,
Tudo, até cada verso que escrevo,
Até a VIDA o é,
Mas, existe sempre o mas não é?
Claro tem de existir!
Sobrevivência,
Apenas Existência!



 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sentimentos Aprisionados

Uma Amizade