Momento Meu


Recolhe as ultimas gotas,
Abre o guarda-sol,
Chinelos nos pés,
fora com as botas,
Toalha de Praia,
As moças andam de mini-saia,
Desprendem-se de preconceitos,
Iluminadas por grandes raios solares,
Mergulham Instantaneamente,
Desejos Profundos,
Deixam Lares,
Voam no mundo da modesta vida livremente,
Caminhos sem sentidos,
Sem destinos sem rumos ,
Perdem-se consciências,
Vivem como prumos ,
Azimutes ou limites,
Velhas matemáticas,
Se perdem entre as areias escaldantes da penumbra,
Livre,
Entretido em breves espelhos da natureza, me olho,
Descansa e me olho...

o poeta

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Refúgio

...Relembrar...Viver

Espelho de Alma